141Partindo do princípio de que é possível aprender em todos os contextos e momentos, Marco Pereira tem vindo a construir a sua identidade como professor e intérprete, com distintas influências e formações, procurando sintetizar o que de melhor lhe podem dar tanto a nível humano como artístico. Sendo, nas palavras de Helena Sá e Costa, um músico de “grande entusiasmo e seriedade pela música, grande trabalho e compreensão justa”, Marco Pereira nutre um respeito pelo acto de tocar e de ensinar que prioriza na sua atividade performativa e pedagógica.

Iniciou os estudos oficiais na Fundação Conservatório Regional de Gaia, prosseguindo-os no Conservatório de Música do Porto, onde considera ter adquirido a base da sua formação e onde desempenha, actualmente, as funções de docente. Concluiu a Licenciatura em Flauta na ESMAE, onde também frequentou o Curso de Música Antiga – Flauta Traverso e, na Universidade de Aveiro, concluiu os Mestrados em Performance e Ensino de Música. Realizou também um Posgrado em Flauta, no Conservatori del Liceu, em Barcelona.

A sua formação proporcionou-lhe a possibilidade de trabalhar com os professores Luís Meireles, Olavo Barros, Eduardo Lucena, Raquel Lima, Magdalena Martinez, Júlia Gallego, Christian Farroni, entre outros. E, em cursos de aperfeiçoamento, com os professores Vasco Gouveia, Ana Maria Ribeiro, Nuno Inácio, Istvan Matuz, Vicens Prats, Herbert Weissberg, Jean Ferrandis, Patrick Gallois, Michel Hassel, Félix Rengli, Michel Debost, Kathleen Chastain, Maxence Larrieu, Jacques Zoon, Michel Bellavance, entre outros.

Tem dedicado uma importante parte da sua vida a ensinar, em diversos pontos do país e estrangeiro, como docente de escolas do ensino artístico, ou como orientador de cursos de aperfeiçoamento. Atualmente, é professor de flauta no Conservatório de Música do Porto e Conservatório de Música da Jobra.

Paralelamente, desenvolve uma carreira artística regular, que considera essencial para complementar a sua atividade docente, tendo integrado a Orquestra Portuguesa das Escolas de Música, Orquestra do Norte, Orquestra Filarmonia das Beiras, Banda Sinfónica Portuguesa, Toy Ensemble, entre outros. É membro fundador do Quarteto Assai, Duo Entr´acte e Al Trio.

Anúncios
%d bloggers like this: