O Tango em Buenos Aires: Flauta e Guitarra “35 Minutos com…”

Abril 8, 2010

O CCM e a ARTAVE irão realizar a 5ª série do ciclo de Recitais “35 Minutos com…” cujo tema será INTERACÇÕES NA MÚSICA – DO POPULAR AO ERUDITO”.

Regularmente, às sextas-feiras, pelas 19h15, no Auditório Padre António Vieira – Caldas da Saúde, professores, alunos com trabalho musical relevante e outros intérpretes convidados, comunicam através da música comentada, com o propósito de aproximar os alunos, os pais e os amigos à vida escolar e à cultura musical.

Os Recitais terão início a 16 de Abril e coube-me a mim e ao guitarrista Ricardo Gomes, a responsabilidade de iniciar este ciclo, com o sub-tema “O Tango em Buenos Aires: Flauta e Guitarra”.

Na sua origem, o tango está fortemente vinculado à cidade de Buenos Aires, onde surgiram as suas primeiras interpretações, realizadas pelo povo imigrante desta cidade, que com eles traziam géneros e ritmos musicais provenientes de outros países e continentes.

Em meados do século XX, o tango ganha expressão nas composições de Astor Piazzolla, que assume uma certa teorização do tango, criando uma forma mais académica, com novas sonoridades. E se por um lado isto desperta a desconfiança dos puristas e intérpretes de tempos anteriores, por outro lado, inspira compositores que, com Piazzola, contribuem para o desenvolvimento de um novo tango, que incorpora as sonoridades do jazz e da música clássica, num estilo mais experimental.

Entre os compositores influenciados por Piazzola, encontra-se Máximo Diego Pujol, ambos com uma forte ligação à cidade de Buenos Aires e ao tango, evidenciada na obra musical de ambos.

Relativamente às obras História do Tango e Suite Buenos Aires, pode-se dizer que tem em comum o facto de descreverem simultâneamente o Tango e a Cidade de Buenos Aires: a primeira, temporalmente e a segunda, no espaço.

PROGRAMA

História do Tango – Astor Piazzola (1921 -1992)

Bordel 1900 – Molto Giocoso

Café 1930 – Ad lib. (Romantica)

Night Club 1960 – Deciso

Concert d´aujourd´hui – Presto (molto rítmico)

Suite Buenos Aires – Máximo Diego Pujol (1957)

Palermo – Andante

San Telmo – Allegro Moderato

Flauta – MARCO PEREIRA

Guitarra – RICARDO GOMES

Comentador – NUNO JACINTO

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: